quinta-feira, 10 de maio de 2018

VIDA DE SANTA RITA, NOSSA PADROEIRA PARTE I

A celebração do festejo da padroeira é um tempo de graça, de compromisso e de confraternização. Neste ano, vamos aproveitar para conhecer um pouco mais da vida desta Santa muito querida. Um mulher cristã, esposa, mãe e religiosa exemplar.

Aquela que no futuro seria conhecida como a advogada dos desesperados nasceu em 1381 no vilarejo de Roccaporena, na região de Cascia, na Úmbria (centro da Itália). Seus pais – Antonio Mancini e Amata Ferri – formavam um casal exemplar, e gozavam de fama de reconciliadores pela habilidade que tinham em desfazer inimizades e pôr fim a
disputas, sendo por isso apelidados de “pacificadores de Cristo”. Formavam eles um casal adiantado em anos, porém suas preces foram ouvidas e uma menina veio ao mundo. Com quatro dias de nascida, na pia batismal da igreja de Santa Maria em Cascia recebeu ela o nome Margherita, que depois foi carinhosamente reduzido para apenas “Rita”.

Oremos :Deus, que vos dignastes conferir à Santa Rita tamanha graça que, havendo ela vos imitado no amor aos seus inimigos, trouxe no coração e na fronte os sinais de vossa caridade e sofrimento, concedei, nós vo-lo suplicamos, que pela sua intercessão e merecimento amemos os nossos inimigos e com espinho da contrição, perenemente contemplemos as dores de vossa paixão e mereçamos receber a recompensa prometida aos mansos e humildes. Amém.
Fonte: santarita-oar.org.br


Nenhum comentário:

Postar um comentário