segunda-feira, 25 de junho de 2018

ECCLESIA REFORMATA ET SEMPER REFORMANDA EST : O PROCESSO DE ESCOLHA DE UM BISPO.

A igreja católica e cada um de nós membro da igreja sabe da necessidade permanente da renovação, que os padres conciliares do último Concilio Ecumênico Vaticano II  que  ocorreu de (1962-1965) chamavam de "aggiornamento" ou seja uma igreja que pudesse responder as grandes questões do ser humano do seu tempo.  
Atualmente é visível e louvável  o grande esforço do Papa Francisco que parece querer começar uma reforma na gestão da Igreja, que é chamada de Curia Romana, parece que ao menos o nome deve ser mudado,"PRAEDICATE EVANGELIUM" isso  já sinaliza algo de bom. 
Pois bem, é este grupo " cúria romana" os amigos da corte, que tem seus braços em quase todos países com a chamada Nunciatura apostólica que faz a escolha dos bispos. É  um processo moroso e  burocrático  principalmente para as "dioceses pequenas", critério discutível, quando falamos do continente chamado Brasil.
O certo é que neste ritmo num futuro não muito distante, a escolha de um padre para ser bispo para este tal grupo de diocese, talvez será  o mesmo para a formação de um presbítero que em média dura oito anos, para os tempos do século XXI  quiça seja muito.
O presbítero na sua formação faz dois curso superiores presenciais,  raridade entres os  profissionais das pequenas e médias cidades. A realidade é que  somente no quarto  ano de seminário  é que de fato começa-se a estudar o que de fato interessa, a Teologia, quando metade dos alunos ou mais já abandonaram  formação. Consequente os custos são altos e os resultados são poucos os que chegam a serem ordenados. Esta equação em breve começará a ser refletida por mais pessoas que tem os cargos de direção na nossa  querida igreja que atenta aos sinais dos tempos dará uma resposta  melhor a uma das  questões do nosso tempo, a escassez de presbíteros, um sinal deste novo tempo no Brasil é o ANO NACIONAL DO LAICATO. 
É sempre necessário a busca do equilíbrio, entre as questões globais e as locais. Para que uma não sufoque a outra. Nesta busca a renovação é sempre a dinâmica que deve permear toda  a vida da comunidade cristã, desde a escolha do bispo ao coordenador de uma comunidade, pastoral, grupo e movimento, para que a ação do Espírito Santo seja cada vez mais visível  com a  alegria, o diálogo e o entusiasmo de quem é batizado. 
Boa semana e que Deus nos abençoe. Amém
Fonte: Pascom paroquial Santa Rita de Cássia

Nenhum comentário:

Postar um comentário