quinta-feira, 24 de outubro de 2019

IGREJA CATÓLICA: SEMPRE “UNA”

Sínodo dos bispos da igreja  greco Católica Ucraniana (Vatican News)

Conhecendo um pouco a Igreja Católica com seus dois pulmões: Ocidente e Oriente. Apresentaremos ao longo da semana, alguns artigos sobre a estrutura da Igreja com seus ritos variados.
Padre Arnaldo Rodrigues - Cidade do Vaticano
Muitas pessoas estão questionando a possibilidade da criação de um rito para a região amazônica. Algumas pessoas chegam a fazer afirmações como se isto fosse uma novidade na Igreja. Mostraremos aqui em alguns artigos, como os muitos ritos dentro da Igreja Católica não desfiguram o rosto desta mesma mãe Igreja, e não se diferenciam doutrinariamente. No artigo de hoje apresentaremos um pouco do cenário mundial dos diversos ritos dentro da Igreja Católica.
Quando falamos de um possível rito para a região amazônica, recordemos  o cardeal Begniamino Stella, prefeito da Congregação para o Clero, no briefing de 24 de outubro na Sala de Imprensa da Santa Sé, quando falou do rito amazônico como litúrgico, disciplinar e teológico, reiterando que são temas importantes e que devem ser analisados devido às centenas de etnias e dezenas de idiomas presentes nesta mesma Amazônia.
Partindo deste princípio, é sempre muito importante conhecer a Igreja Católica e sua estrutura, pois desta forma se conhece também a fé professada. Neste período de divulgação rápida das informações, quase tudo tornou-se acessível a todos, e isto é muito bom, porém é sempre necessário conhecer para não perder a paz.
Uma informação que não é muito divulgada, ou pouco pesquisada, é o fato de que a Igreja Católica não é composta apenas pelo rito latino. E vale recordar que rito latino se entende propriamente um rito litúrgico usado na Igreja latina, não apenas uma região geográfica como América Latina, mas a língua latina (latim).
Podemos dizer que um rito é o conjunto de costumes, ações, prescrições e peculiaridades litúrgicas, praticado pela Igreja. Etimologicamente, rito pode ser considerado como ato ou conjunto de atos, realizados segundo normas codificadas. Com referência à religião. Os ritos tem função de tornar perceptível e repetível a experiência religiosa. Geralmente o cristão encontra no rito a garantia da manutenção da identidade religiosa própria e a da comunidade à qual ele pertence.
Muitas pessoas não sabem que a Igreja Católica é constituída de 24 Igrejas autônomas conhecidas como “sui iuris” (Ecclesia sui iuris): 1 ocidental e 23 orientais. O Código dos Cânones das Igrejas Orientais define como um grupo de fiéis reunido pela hierarquia, segundo a norma do direito, que a suprema autoridade da Igreja reconhece expressamente ou tacitamente. É uma Igreja de direito próprio, ou seja, autônoma.
A Igreja Católica além do rito latino, possui mais 23 ritos das Igrejas orientais. E não podemos esquecer que embora a nomenclatura rito latino seja utilizado como sinônimo para rito romano, dentro do rito latino possuímos o Rito Romano Latino (o mais difundido), Rito Ambrosiano (composto por Santo Ambrósio, da Igreja de Milão), Rito Moçarabico (composto por São Leandro e São Isidoro em Toledo (Espanha), Rito Bracarense (Braga-Portugal) e os ritos das ordens religiosas (beneditinos, dominicanos, cartuchos, carmelitas calçados etc).
Quando falamos em Igreja ocidental, não dizemos que sua presença se restringe somente aos países do ocidente, mas a chamamos assim porque sua localização geográfica está em Roma. O rito romano está presente no mundo inteiro, tendo dioceses em todos os continentes.
As Igrejas Católicas Orientais têm seus fiéis espalhados por toda parte do mundo, porém por uma questão histórica, estão mais presentes no lugar onde nasceram. Elas possuem tradições culturais, teológicas e litúrgicas diferentes, mas professam a mesma fé e única doutrina católica, mantendo-se em comunhão completa entre si e com a Santa Sé.
Somente no Brasil há nove Igrejas Católicas de diversos ritos orientais: Igreja Greco-católica melquita (Síria, Líbano, Israel, Palestina, Jordânia, Iraque, Egito, Brasil e comunidades médio-orientais no mundo), Igreja Greco-católica romena (Romênia, Brasil), Igreja Greco-católica russa (Rússia, Brasil), Igreja Greco-católica ucraniana: na Ucrânia (exceto a Eparquia de Mukátchevo – ou seja, na Igreja Greco-católica rutena) e na diáspora em muitos países: Alemanha, Argentina, Austrália, Brasil17, Canadá, Estados Unidos, França, Paraguai, Polônia, e demais comunidades ucranianas no mundo. Esta, em número, é a maior Igreja Católica oriental no mundo.), Igreja CatólICA copta (Egito, Brasil), Igreja Católica etíope (Etiópia, Eritréia e Brasil), Igreja Maronita (Líbano, Síria, Cipro, Israel, Palestina, Egito, Jordânia, Brasil e diáspora sírio-libanesa no mundo), Igreja Católica siríaca (Líbano, Iraque, Jordânia, Kuwait, Palestina, Egito, Sudão, Síria, Turquia, Estados Unidos, Canadá, Venezuela e Brasil) e Igreja Armênia católica (Líbano, Iran, Iraque, Egito, Síria, Turquia, Israel, Palestina, Itália, Brasil e diáspora armênia no mundo).
DE RITO OCIDENTAL
Tradição litúrgica latina ou romana:
1. Rito latino da Igreja Católica Apostólica Romana (sede em Roma)

DE RITOS ORIENTAIS
Tradição litúrgica alexandrina:
2. Igreja Católica Copta (patriarcado; sede no Cairo, Egito)
3. Igreja Católica Etíope (metropolitanato; sede em Adis Abeba, Etiópia)
4. Igreja Católica Eritreia (metropolitanato; sede em Asmara, Eritreia)
Tradição litúrgica bizantina:
5. Igreja Greco-Católica Melquita (patriarcado; sede em Damasco, Síria)
6. Igreja Católica Bizantina Grega (eparquia; sede em Atenas, Grécia)
7. Igreja Católica Bizantina Ítalo-Albanesa (eparquia; sede na Sicília, Itália)
8. Igreja Greco-Católica Ucraniana (arcebispado maior; sede em Kiev, Ucrânia)
9. Igreja Greco-Católica Bielorrussa (também chamada Católica Bizantina Bielorussa)
10. Igreja Greco-Católica Russa (sede em Novosibirsk, Rússia)
11. Igreja Greco-Católica Búlgara (eparquia; sede em Sófia, Bulgária)
12. Igreja Católica Bizantina Eslovaca (metropolitanato; sede em Prešov, Eslováquia)
13. Igreja Greco-Católica Húngara (metropolitanato; sede em Nyíregyháza, Hungria)
14. Igreja Católica Bizantina da Croácia e Sérvia (eparquia; sedes em Križevci, Croácia, e Ruski Krstur, Sérvia)
15. Igreja Greco-Católica Romena (arcebispado maior; sede em Blaj, Romênia)
16. Igreja Católica Bizantina Rutena (metropolitanato; sede em Pittsburgh, Estados Unidos)
17. Igreja Católica Bizantina Albanesa (eparquia; sede em Fier, Albânia)
18. Igreja Greco-Católica Macedônica (exarcado ou exarquia; sede em Escópia, Macedônia)
Tradição litúrgica armênia:
19. Igreja Católica Armênia (patriarcado; sede em Beirute, Líbano)
Tradição litúrgica maronita:
20. Igreja Maronita (patriarcado; sede em Bkerke, Líbano)
Tradição litúrgica antioquena ou siríaca ocidental:
21. Igreja Católica Siríaca (patriarcado; sede em Beirute, Líbano)
22. Igreja Católica Siro-Malancar (arcebispado maior; sede em Trivandrum, Índia)
Tradição litúrgica caldeia ou siríaca oriental:
23. Igreja Católica Caldeia (patriarcado; sede em Bagdá, Iraque)
24. Igreja Católica Siro-Malabar (arcebispado maior; sede em Cochim, Índia)
No proximo artigo falaremos e explicaremos com mais detalhes o Rito Romano e sua evolução.
 
Fonte: Vatican News 

Nenhum comentário:

Postar um comentário