segunda-feira, 11 de maio de 2020

SE ELES SE CALAREM AS PEDRAS FALARÃO Lc, 19,39


Cerca de 30 trabalhadores essenciais fizeram manifestação exigindo

melhores condições de trabalho e em repúdio às ações do governo

 Bolsonaro de incentivo ao fim do isolamento social

 (8/05) (Vanessa Nicolav/Brasil de Fato)

Na bíblia,  este texto está no  capitulo 19 no evangelho de Lucas (vale a pena ser lido completamente)  e fala da conversão do rico  e corrupto Zaqueu que reparte seus bens e  devolve o que roubou com juros: justiça social. Na linguagem de hoje, isto seria tributar as grandes fortunas, para dizer o mínimo. Cf. Lc. 19,1-10. Em seguida, nos versículos  de 11-27, a parábola das minas ou dos talentos que fala da missão e da omissão, do  fazer  e não fazer e das imagens que temos de Deus e as suas consequências em outas palavras critica o legalismo e o puritanismo que não age e deixa as coisas como estão.
Na outra parte do capitulo 19,28-40 é o texto da liturgia de domingo de ramos que rezamos no ano de 2019. La encontramos esta frase na boca de Jesus respondendo aos fariseus que querem silenciar os discípulos de Jesus e como não tiveram êxito, vão direto a Jesus que lhes dá está resposta sem meias palavras: “Digo-vos que se estes se calarem, as próprias pedras falarão.
Daí passa a falar da cegueira da pessoas, da destruição da cidade e do uso da religião que explora o povo como um destes males ou raiz. Isto está nos versículo 46-48
Hoje, somos tentados a silenciar esperando que as pedras ou a terra falem. Infelizmente as pedras tem falado e a terra também, e temos dificuldade para ouvir, basta ouvir a zoada das retroescavadeiras abrindo milhares de túmulos.  Segundo os números do governos federal mais de 160,000 pessoas testaram positivo. Isto corresponde à população das duas maiores cidades da nossa diocese Santa Inês e Buriticupu ou Santa Inês e Santa Luzia. Destas, 65.000 foram curadas, ou seja 40%, e as outras  estão  sendo acompanhados em casa ou  nos hospitais. Só lembrando que  os casos mais graves necessitam de UTI.  Em todo o Brasil que tem 210 milhões de habitantes não temos 40.000 leitos de UTI.
Diante de toda esta tragédia não podemos ficar calados e aceitar que uma pessoa infectada com o vírus da desumanidade pregue pelos quatro cantos do Brasil e em todos os meios de comunicações e até por meio de líderes religiosos que 70% das pessoas serão infectadas e tem que ser logo pois o Pais não pode parar. Se você fizer as contas saberá o que isso significa ou seja 147 milhões de brasileiros destes em media 20% vão apresentar sintomas ou seja  30 milhões  e consequentemente 2 Milhões de mortes levando em conta os dados do ministério da saúde que é de 7% a taxa de letalidade no Brasil, a maior do mundo. E agora pela omissão do governo federal e os seus aliados o brasil pode perder 1 de cada 100 brasileiros. Não espere que esta tragédia chegue a sua família. Na família de quase 12.000 brasileiros ela já chegou. 
Todo esforço para evitar este desastre é um gesto de amor, vamos unir as forças e ajudar nosso povo para  o uso das máscaras, evitar as aglomerações,  lavar bem as mãos  e quando sair fazer uso álcool em gel e  cobrar as autoridades o uso dos recursos para saúde e aumentar os recursos públicos para o saneamento básico é defender a vida .
Pe. Antonio Rodrigues.

 

 


Um comentário: