quarta-feira, 18 de novembro de 2020

COM ENTREGA DA CRUZ DAS JORNADAS, JMJ DE LISBOA GANHA NOVO IMPULSO

Celebração de domingo tem transmissão online (Reprodução/Ecclesia)

Delegação do Panamá encontra a de Portugal neste domingo na Basílica de São Pedro para passagem da cruz

O Vaticano anunciou nesta terça-feira (17) que o papa vai entregar este domingo a uma delegação portuguesa, na Basílica de São Pedro, a Cruz da Jornada Mundial da Juventude (JMJ), cuja próxima edição internacional decorre em Lisboa (2023).

Em nota, a sala de imprensa da Santa Sé informa que vão estar presentes "uma delegação da América Central", onde decorreu a JMJ 2019 (Panamá) e outra de Portugal.

"Como anunciado pelo santo padre no último dia 5 de abril, durante a oração do ângelus, no próximo domingo, 22 de novembro, solenidade de Cristo Rei e conclusão do ano litúrgico, no final da Santa Missa presidida pelo papa Francisco na Basílica de São Pedro terá lugar a entrega da Cruz das Jornadas Mundiais da Juventude", refere a nota.

O gesto simbólico da passagem da Cruz, dos jovens do Panamá para os de Lisboa estava previsto para o último Domingo de Ramos (5 de abril), mas foi adiada por causa da pandemia.

A celebração de domingo tem transmissão online, nos canais do Vaticano, e vai decorrer "em conformidade com as atuais normas de segurança sanitária", informa o Dicastério para os Leigos, a Família e a Vida (Santa Sé), em comunicado.

A partir de quarta-feira, responsáveis da Pastoral Juvenil das várias conferências episcopais e movimentos internacionais participam num encontro internacional online, promovido pelo referido organismo da Santa Sé, sobre o tema "Do Panamá a Lisboa – chamados à sinodalidade missionária".

A Cruz da JMJ foi entregue pelo papa João Paulo II aos jovens em abril de 1984 e marcou o início de uma peregrinação da juventude de todo o mundo; em 2003, o mesmo pontífice confiou aos jovens uma cópia do ícone de Nossa Senhora Maria Salus Populi Romani.

A JMJ realiza-se, anualmente, a nível local (diocesano) no Domingo de Ramos (ou em data a definir por cada diocese), alternando com um encontro internacional a cada dois ou três anos, numa grande cidade.

As edições internacionais destas jornadas promovidas pela Igreja Católica são um acontecimento religioso e cultural que reúne centenas de milhares de jovens de todo o mundo, durante cerca de uma semana.

Ecclesia

Nenhum comentário:

Postar um comentário