quinta-feira, 24 de dezembro de 2020

MENSAGEM PASTORAL À DIOCESE DE VIANA AOS SACERDOTES, DIÁCONOS E SEMINARISTAS, RELIGIOSOS E RELIGIOSAS, AGENTES DE PASTORAL, FIÉIS LEIGOS E LEIGAS, HOMENS E MULHERES DE BOA VONTADE

C.49/2020

DOM EVALDO CARVALHO DOS SANTOS, CM PELA GRAÇA DE DEUS E DA SANTA SÉ APOSTÓLICA BISPO DA DIOCESE DE VIANA (MA) 

Natal de 2020

O povo que andava nas trevas viu uma grande luz, Is 9,1 Com uma saudação sincera e fraterna, dirijo-me a você para convidá-lo a viver o Natal deste ano com atitude de esperança.
O ano de 2020 colocou-nos perante inúmeros desafios. Desde março, nosso modo de vida foi profundamente alterado pela chegada de um visitante inesperado. Na verdade, o Covid-19 nos surpreendeu de tal forma que em poucas semanas tivemos que fazer mudanças drásticas em tudo que estávamos acostumados a fazer. A pandemia não só causou impacto na saúde, mas também provocou graves consequências econômicas, como aumento do desemprego, diminuição da renda familiar, aumento de ansiedade e insegurança em relação ao futuro. 
A Igreja também foi fortemente afetada: assistimos à morte de padres, religiosos, leigos, bem como a proibição de celebrar a liturgia em comunidade. Tivemos que passar a Semana Santa isolados em nossas casas e impossibilitados de viver a intensidade devocional desses dias. 
Ainda nos sentimos ameaçados com o aumento de infecções, hospitalizações e mortes por esta doença e nos preocupamos com a notícia da mutação do vírus. Não temos clareza sobre a vacina que está sendo anunciada; há uma incerteza sobre como a vacina será distribuída e como será aplicada. 
Por outro lado, enfrentamos com a força da fé e da solidariedade as dificuldades vinculadas à pandemia. Agradecemos a quantos se colocaram à disposição para ser um sinal de luz e solidariedade: mobilizando a comunidade de fé a compartilhar alimentos com os mais necessitados, transmitindo pelas redes sociais a celebração da Santa Missa, momentos de oração e reflexão, devolvendo com fidelidade seu dízimo. Agradecemos, enfim, aos padres que fizeram questão de continuar na paróquia, atendendo o povo santo de Deus com generosidade e alegria, em suas necessidades e aspirações. 
Neste tempo privilegiado, somos convidados a refletir sobre o autêntico significado do Natal: quando a escuridão do medo e a desconfiança ameaçam superar a luz, Jesus Cristo, a luz do mundo, brilha com maior intensidade! 
O mistério do Natal é mais do que um acontecimento histórico; é antes de tudo uma presença, a do Filho de Deus, que se atualiza com a sua força salvadora, e nos apresenta um fervoroso apelo à esperança. 

É sob essa luz e esperança que transmito a minha mensagem a você. A fragilidade de uma criança deitada na manjedoura ilumina todas as trevas vividas nesse tempo, superando o medo e a angústia. Ele nos mostra que, mesmo nas situações mais difíceis, o amor nos fortalece. Quando sua luz resplandece em nossos corações, a angústia perde a força e as lágrimas se transformam em esperança. 
No dia 4 de outubro, no contexto de pandemia, Papa Francisco publicou a Carta encíclica “Fratelli Tutti”. Somos todos irmãos, aprendemos em meio as circunstâncias adversas que não conseguiremos vencer a pandemia do novo coronavírus sozinhos, isolados. Esta é a mensagem que deve ressoar em nossos corações: todos juntos, todos irmãos, na mesma casa comum. O Natal nos convida a fazer algum gesto de proximidade, conforto e generosidade, com alguns irmãos sozinhos e necessitados: isso nos tornará todos irmãos. 
Que a celebração do nascimento do nosso Salvador Jesus Cristo inunde nossos corações e mentes com a certeza da paz, alegria e esperança, que só a presença de Deus pode proporcionar. 
Desejo a todos um Feliz Natal e um próspero Ano Novo, pedindo a Deus que os preencha de fé, saúde e paz! Fraternalmente  
Viana (MA), 24 de dezembro de 2020 + Evaldo Carvalho dos Santos, CM Bispo Diocesano

Nenhum comentário:

Postar um comentário