domingo, 28 de março de 2021

BISPO MORRE DE COVID-19 APÓS QUASE 20 DIAS INTERNADO EM MT

 

]
Dom Juventino Kestering, de 74 anos morreu de covid 19. Foto Diocese de Rondonópolis

Dom Juventino Kestering, de 74 anos, teve 80% dos pulmões comprometidos. O sino da paróquia foi tocado nesta manhã em homenagem ao bispo.
O bispo Dom Juventino Kestering, de 74 anos, morreu em decorrência da Covid-19, neste domingo (28), em um hospital particular de Rondonópolis, a 218 km de Cuiabá. Ele estava internado desde o dia 11 deste mês.
De acordo com a equipe médica, Dom Juventino não apresentava mais o vírus da doença ativo no organismo, no entanto, com 80% dos pulmões comprometidos, ele tinha dificuldades para respirar.
Há 10 dias, ele precisou ser intubado. Mesmo com o tratamento intensivo, o bispo não resistiu às complicações causadas pelo vírus.
sino da paróquia foi tocado nesta manhã em homenagem ao bispo.
Segundo o padre José Eder, no dia que foi ser intubado, o bispo pediu a presença de membros da igreja para receber a unção dos enfermos.
A Diocese de Rondonópolis informou que, por não correr mais risco de transmissão, haverá velório. O horário ainda não foi confirmado.
Trajetória
Natural de Orleãns, sul de Santa Catarina, Dom Juventino ingressou no seminário Nossa Senhora de Fátima, em Tubarão, em 1959. Ele e estudou filosofia e teologia em Curitiba (PR). Em 1973, Juventino ordenou-se padre na Matriz da Paróquia de São Ludgero.
Após a ordenação foi designado exercer o ministério como vigário paroquial na Catedral de Tubarão onde se dedicou em especial, à juventude, à catequese na paróquia, na diocese e no Regional Sul IV.
Após 14 anos de ordenação foi enviado para a assessoria da dimensão Catequética da CNBB, em Brasília, onde permaneceu por quatro anos. Tempo depois, assumiu o Seminário Teológico de Tubarão (SETT), em Florianópolis, assumindo ao mesmo tempo o departamento de pastoral do Instituto de Teologia.
Já em 1997 o Papa São João Paulo II o designou como bispo da Diocese de Rondonópolis. Um ano depois, em 22 de março de 1998, Dom Juventino assumiu o cargo.
Casos de Covid-19 em MT
Mato Grosso já registrou, até este sábado (27), 301.454 casos confirmados da Covid-19 e 7.305 mortes em decorrência da doença, segundo a Secretaria Estadual de Saúde (SES).
Foram notificadas 1.396 novas confirmações e 50 mortes nas últimas 24 horas.
Dentre os dez municípios com maior número de casos de Covid-19 estão: Cuiabá (64.883), Rondonópolis (23.090), Várzea Grande (19.377), Sinop (15.090), Sorriso (11.437), Tangará da Serra (10.760), Lucas do Rio Verde (10.153), Primavera do Leste (8.808), Cáceres (6.576) e Alta Floresta (5.786).

 Fonte:g1mt.com.br


Nenhum comentário:

Postar um comentário