domingo, 28 de março de 2021

DOMINGO DE RAMOS SANGRENTO NA INDONÉSIA: HOMEM-BOMBA ATACA A CATEDRAL DE MAKASSAR COM EXPLOSIVOS

O ataque islâmico mais mortal da Indonésia ocorreu na ilha turística de Bali em 2002, quando terroristas mataram 202 pessoas, a maioria turistas estrangeiros.
Ninguém assumiu a responsabilidade pelo ataque ainda, embora algumas fontes falem do Estado Islâmico
“A segurança da igreja deteve as duas pessoas, que chegaram em uma motocicleta e então ocorreu a explosão”
Igrejas do país estão em alerta para a possibilidade de ataques semelhantes por ocasião da Semana Santa
 | RD / Agências
Pelo menos 14 pessoas ficaram feridas em um ataque suicida perpetrado neste domingo por dois agressores contra uma igreja na cidade de Macasar, no sul da Indonésia, conforme confirmado pela Polícia.
"Estas são cerca de 14 vítimas que estão recebendo atendimento médico e esperamos que possam voltar ao normal em breve", disse Argo Yuwono, inspetor-chefe do Departamento de Comunicação da Polícia da Indonésia, em entrevista coletiva.
Entre os feridos estão membros da congregação e das forças de segurança, que conseguiram evitar que os agressores se aproximassem do prédio antes de detonarem as cargas explosivas que carregavam, segundo relato das ocorrências fornecido pelo inspetor-chefe, recolhido pelo portal de notícias.
“A segurança da Igreja deteve as duas pessoas, que chegaram de motocicleta e então ocorreu a explosão”, disse o oficial. As igrejas do país estão em alerta para a possibilidade de ataques semelhantes por ocasião da Semana Santa.

Um 
suposto homem-bomba atacou o exterior de uma igreja católica na cidade indonésia de Makassar com explosivos no domingo, onde várias pessoas ficaram feridas no primeiro dia da Páscoa, segundo a polícia e uma testemunha.
Adoradores estavam dentro da igreja no momento da explosão, disse o porta-voz da polícia de South Sulawesi, E. Zulpan, à agência de notícias britânica Reuters. Ele disse que não está claro se os restos mortais deixados após a explosão pertenciam ao agressor.
O padre Wilhemus Tulak, um padre da igreja, disse à Metro TV que uma pessoa foi ferida enquanto detinha um suspeito de suicídio e que outras 10 pessoas ficaram feridas, algumas delas gravemente.
Por sua vez, a TV ONE disse que a única pessoa morta foi o agressor.
A polícia isolou o local, mas não identificou o responsável pelo aparente ataque. Tampouco houve uma justificativa imediata dos supostos autores do ataque.

Fonte:religiondigital 

 


 

Nenhum comentário:

Postar um comentário