segunda-feira, 13 de fevereiro de 2023

O PAPA REZA PELO BISPO ÁLVAREZ CONDENADO NA NICARÁGUA

Em suas saudações após o Angelus este domingo, 12 de fevereiro, Francisco expressou tristeza pelas notícias provenientes do país centro-americano, onde o bispo de Matagalpa, dom Rolando Álvarez, foi condenado a 26 anos de prisão
Francesca Sabatinelli/Raimundo de Lima – Vatican News
Este domingo, 12 de fevereiro, o olhar do Papa foi além da Praça São Pedro, em direção à Nicarágua, de onde chegam notícias que o entristecem "bastante", disse Francisco no pós-Angelus, ao referir-se ao que aconteceu nas últimas horas no país latino-americano, de onde 222 pessoas foram expulsas e um bispo foi condenado a 26 anos de prisão, e pediu aos fiéis presentes na praça que rezem para Nossa Senhora:

Não posso deixar de lembrar com preocupação o bispo de Matagalpa, dom Rolando Álvarez, de quem gosto muito, condenado a 26 anos de prisão e também as pessoas que foram deportadas para os EUA. Rezo por eles e por todos aqueles que sofrem naquela querida nação. E peço-vos vossas orações. Peçamos também ao Senhor, por intercessão da Imaculada Virgem Maria, que abra os corações dos responsáveis políticos e de todos os cidadãos à busca sincera da paz, que nasce da verdade, da justiça, da liberdade e do amor e que é alcançada através do paciente exercício do diálogo. Rezemos juntos a Nossa Senhora.

O Papa: o amor dá sentido aos mandamentos, vai além da formalidade da Lei

Uma sentença lida por um juiz da Corte de apelação definiu dom Álvarez, 56 anos, "um traidor de seu país", condenando-o a permanecer na prisão até 2049, sob a acusação de "conspiração para minar a integridade nacional e de propagação de falsas notícias através das tecnologias de informação e da comunicação em detrimento do Estado e da sociedade nicaraguense".
Fone: Vatican News

Nenhum comentário:

Postar um comentário