quarta-feira, 30 de agosto de 2023

CNBB SE DESPEDE DE DOM GERALDO MAJELLA AGNELO: AS MANIFESTAÇÕES DE PESAR E GRATIDÃO DA IGREJA NO BRASIL


Bispos de diversas regiões do Brasil uniram-se em preces e gratidão na despedida do cardeal Geraldo Majella Agnelo, falecido no último sábado, 26 de agosto. Arquidioceses e dioceses brasileiras e também os regionais da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) manifestaram seu pesar pela Páscoa do arcebispo emérito de Salvador.

Da terra natal de dom Geraldo, o arcebispo de Juiz de Fora (MG), dom Gil Antônio Moreira, escreveu o texto “Dom Geraldo: juiz-forano que honrou a Igreja”. Em suas palavras, recordou que o cardeal “teve uma longa e importante folha de serviços à Igreja no Brasil, na América Latina e em Roma”. Ele pediu que o cardeal interceda, “na Casa eterna do Pai, pela nossa Arquidiocese, onde Deus o chamou à vida e à vocação sacerdotal para servir tão bem à Igreja”.

Da arquidiocese de São Paulo (SP), onde foi ordenado presbítero, o arcebispo metropolitano, cardeal Odilo Pedro Scherer, destacou que “quem teve a oportunidade de conhecer e conviver de perto com Dom Geraldo conheceu sua afabilidade e bondade e a capacidade de criar laços de amizade e comunhão entre as pessoas. Por onde passou, deixou amigos que lhe queriam muito bem”.
Dom Odilo também destacou o zelo pela Liturgia, pela boa formação dos sacerdotes e do povo católico e pela irrestrita fidelidade ao Papa e à Igreja.

“A Arquidiocese de São Paulo oferece suas orações e súplicas pelo Cardeal Geraldo Majella Agnelo, pedindo a Deus que conceda o prêmio da vida eterna a esse seu bom e fiel servidor”.

Na arquidiocese da Paraíba, uma nota de pesar divulgada lembrou o “papel fundamental na formação e orientação espiritual de Dom Delson”, arcebispo metropolitano, que recebeu das mãos do cardeal a ordenação episcopal, em 5 de julho de 2006.

“Enquanto Bispo, sua dedicação à fé e ao serviço pastoral é um exemplo a ser seguido por todos nós”, lê-se no texto.

Da arquidiocese de Brasília, a mensagem assinada pelo arcebispo metropolitano, cardeal Paulo Cezar Costa recorda, “com profunda gratidão”, a dedicação do cardeal nas diversas funções, mas com destaque à atuação “na gênese da Pastoral da Criança, junto com diversos colaboradores, que se difundiu por grande número de dioceses no país e fora dele, e que tanto bem tem feito aos pequenos”.

Os Regionais Leste 1 e Nordeste 1 da CNBB também manifestaram-se:

“A Igreja no Brasil guarda uma recordação agradecida de Dom Geraldo. Ao longo de sua existência, procurou servir o Senhor e os irmãos e irmãs como Pastor discreto, colocando à disposição de todos sua fé, sua caridade e sua humanidade rica de tantos dons”, escreveu o bispo de Nova Iguaçu (RJ) e presidente do Regional Leste 1, dom Gilson Andrade da Silva. Leia na íntegra.

Do Regional Nordeste 1, os bispos “louvam e agradecem a Deus por este irmão que entregou a vida pela Igreja, pastoreou com muita simplicidade, serenidade e altivez. Reluziu em sua alma e em seu coração a hombridade”. Leia na íntegra.

 CNBB 

Nenhum comentário:

Postar um comentário